A farmacinha do bebê

A farmacinha inclui alguns itens importantes para a higiene do bebê, e o mantém saudável nos primeiros dias de vida.

Recomendações:

Providencie tudo, antes mesmo de ir para a maternidade:

  • uma caixa de fraldas descartáveis tamanho recém-nascido (RN): devem ser compradas em locais que efetuem a troca por tamanhos maiores, caso seja necessário. As fraldas descartáveis devem ter o tamanho adequado para o bebê e ser de boa qualidade, para evitar pressão e lesão da pele. Todo gosta de conforto!
  • caixa de hastes flexíveis com pontas de algodão (Cotonete): que não podem ser utilizados dentro das orelinhas do bebê, mas apenas nas dobrinhas externas. São úteis também para a higiene do coto umbilical e dos genitais, especialmente das meninas;
  • pacotes de algodão em bolas;
  • pote plástico para colocar o algodão;
  • sabonete neutro líquido: no início, deve-se comprar apenas um, pois a mãe vai precisar testar se aquela marca é a mais adequada à pele do seu filho;
  • um frasco de shampoo infantil: também é recomendável comprar somente um, é importante testar a tolerância também…
  • álcool a 70% para a higiene do coto umbilical e do ambiente (muitas vezes, as maternidades oferecem antissépticos para o cuidado com o coto umbilical);
  • garrafa térmica para água morna: a lavagem dos genitais e nádegas com água morna é a melhor forma de se evitar as assaduras;
  • um pote de lenços umedecidos: a higiene do bebê com esses lencinhos é muito prática, mas deve ser reservada para quando mãe e filho estiverem fora de casa;
  • tesourinha sem ponta para cortar as unhas;
  • pente e escova de cabelos com cerdas macias;
  • termômetro;
  • termômetro para banheira;
  • pomada para prevenção de assaduras: as pomadas à base de óxido de zinco, vitaminas A e D são muito úteis para a prevenção das assaduras, mas a mãe deve, antes de comprar, perguntar ao pediatra já selecionado qual a sua preferência.
  • soro fisiológico para uso nasal: produto comercial também deve ser escolhido de acordo com a indicação do pediatra;
  • aspirador nasal com pera de borracha: não se trata de um item obrigatório, mas é útil para aspirar secreções das narinas do bebê;
  • medicamento antitérmico: também deve ser comprado de acordo com a orientação do pediatra;
  • medicamento para cólica: também não é um item obrigatório, uma vez que nem todos os bebês sofrem com cólicas. Siga a orientação do pediatra.
  • cesta ou bandeja para reunir todos os itens acima.

Siga atentamente as recomendações do pediatra, e evite qualquer desconforto para a criança.

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria.

Compartilhar com:

PinterestLinkedInFacebookTwitterEmailPrint