A refeição pode ser tranquila

Recomendações gerais para o seu filho ter uma alimentação super saudável.

Indicações:

  • procure variar os alimentos, assim o bebê comerá um pouco de tudo (proteínas, carboidratos, gorduras e vitaminas), de forma balanceada.
  • equilibre as comidinhas que soltam ou prendem demais o intestino do seu bebê (por exemplo: o mamão e as folhas soltam e a banana e o arroz normalmente prendem o intestino).
  • sempre adote horários regulares para as refeições. É importante que você saiba o número certo de refeições que ele precisa.
  • ofereça a comida sempre fresquinha e logo após o preparo.
  • mantenha todo o ambiente em que o seu bebê fica sempre limpo e, principalmente, o local em que ele vai se alimentar.
  • lave as verduras, os legumes e as cascas das frutas antes de cortá-las; ou seja, mantenha tudo sempre bem limpo.
  • introduza novos alimentos aos poucos, conforme a fase de desenvolvimento do seu bebê. Por exemplo, se ele já tem dentes, não precisa cozinhar muito sua papinha. Afinal, ele pode e deve mastigá-los
  • lembre-se da capacidade do estômago do seu bebê para consumir e digerir alimentos que varia conforme a sua idade. Por isso, procure saber a quantidade adequada que o seu bebê precisa comer (respeitando as etapas de seu desenvolvimento).
  • incentive o bebê a aceitar bem os alimentos. O vínculo afetivo tem ligação direta como você lida com a comida também. Seu bebê começa a conhecer o mundo e seus sabores pela boca. “Os bons hábitos alimentares também vão depender do equilíbrio emocional entre os pais e bebê”. Quando obtém essa tranquilidade, você nem precisa inventar “formas” para seu bebê comer. Basta manter a calma, que a hora da refeição será tranquila para a família toda.

Observação

O leite materno é tão importante que, até os 6 meses de idade, não deve ser oferecido mais nenhum alimento ao bebê (exceto se houver recomendação médica), nem água, chá ou suco, nada mais.

Você encontra na nossa loja virtual para acompanhar o crescimento do seu filho, essa linda Bandana Babador além de útil, é um acessório super charmoso e fofo!

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria

 

Compartilhar com:

PinterestLinkedInFacebookTwitterEmailPrint